Fluminense x Ceará

noticias de Fluminense x Ceará

Fluminense x Ceará - Campeonato Brasileiro - 09/07/2022

Fluminense e Ceará se enfrentam neste sábado, às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marca o adeus de Fred ao futebol.
O Fluminense chega para o duelo repleto de expectativa para o último jogo de Fred no futebol. Com todos os ingressos vendidos, o confronto tem a promessa de casa cheia e de muitas homenagens ao ídolo tricolor. Mas a equipe também empolga pelo que vem fazendo dentro de campo. Com uma sequência de quatro vitórias, o Fluminense chega embalado e buscando manter o foco na partida, apesar do clima de festa. Na sexta posição da tabela, com 24 pontos, a equipe busca mais um triunfo para tentar entrar no G-4 do Brasileirão.
O Ceará quer colocar água no chope do Fluminense com a despedida de Fred. Embalado após classificação maiúscula para as quartas de final da Sul-Americana, o Alvinegro quer a vitória na Série A para se distanciar ainda mais no Z-4. Com 18 pontos, o Vovô é o 15° e está apenas um pontinho do Goiás, primeiro da zona da degola.

Retrospecto: as equipes já se enfrentaram em 31 oportunidades, com 14 vitórias do Fluminense, oito do Ceará e nove empates.

Fluminense
Apesar de toda expectativa por conta da despedida de Fred, o Fluminense do técnico Fernando Diniz deve ter apenas uma novidade no time — e não se trata do camisa 9. Após cumprir suspensão na partida contra o Corinthians, Nonato deve retornar ao time na partida deste sábado.
Provável escalação: Fábio, Samuel Xavier, Nino, Manoel e Caio Paulista; André, Nonato e Ganso; Matheus Martins, Arias e Cano.
técnico: Fernando Diniz

Ceará
Marquinhos Santos não terá Richardson, suspenso, mas terá os retornos de Vina e Mendoza, que voltaram na Sul-Americana. Ele deve inclusive voltar a usar o esquema de três volantes, pelo jogo fora de casa. De olho ainda no Clássico-Rei da Copa do Brasil, é possível que o técnico poupe algum jogador.
Provável escalação: João Ricardo, Nino Paraíba, Luiz Otávio, Messias, Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Richard Coelho, Fernando Sobral; Lima, Mendoza e Vina.
técnico: Marquinhos Santos