Ceará x Fluminense

noticias de Ceará x Fluminense

Ceará x Fluminense - Campeonato Brasileiro - 31/10/2022

O Ceará recebe o Fluminense na Arena Castelão nesta segunda-feira (31). A partida, válida pela 35ª rodada do Brasileirão, será disputada às 20h (horário de Brasília) e será sem público após punição do STJD.
O Ceará vive um momento difícil na temporada. O técnico Lucho González deixou o Vovô na sexta-feira (28) e o time vem de oito jogos sem vencer na competição. O Vovô entrou na zona de rebaixamento depois da vitória do Cuiabá em cima do Avaí por 1 a 0, pela 34ª rodada. O time soma 34 pontos, mesma pontuação do Dourado, mas em desvantagem no número de vitórias, já que só tem seis triunfos na competição.
O Fluminense, por sua vez, chega em alta após recuperar o bom momento. Vem de grande vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians dentro da Neo Química Arena e voltou ao quarto lugar, com 58 pontos. Além disso, está a uma vitória de carimbar a sua classificação matemática para a Libertadores de 2023 (a vaga direta na fase de grupos para sair já nessa rodada ainda dependerá de uma combinação de resultados).

Ceará
Juca Antonello poderá contar com o atacante Jô, que não entrou em campo na última rodada, e também com Richardson, que cumpria suspensão. Por outro lado, o Vovô tem muitos jogadores no departamento médico: Richard, Lindoso, Matheus Peixoto, Lucas Ribeiro, Jhon Vasquez, Mendoza e Messias. Luiz Otávio está suspenso.
Provável Ceará: João Ricardo; Nino Paraíba, Gabriel Lacerda, Marcos Victor e Bruno Pacheco; Richardson, Fernando Sobral, Diego Rigonato, Vina e Lima; Jô.
técnico: Juca Antonello

Fluminense
Diniz terá um desfalque titular que o impedirá repetir o time das últimas rodadas: Calegari, que vinha sendo improvisado na lateral esquerda, sofreu uma lesão na coxa esquerda diante do Corinthians e sequer viajou para Fortaleza. Cristiano surge como favorito à vaga. O restante da escalação, que está invicta há três jogos, deve ser mantido.
Provável Fluminense: Fábio, Samuel Xavier, Nino, Manoel e Cristiano; André, Martinelli, Yago e Ganso; Arias e Cano.
técnico: Fernando Diniz